Notícias

Nota à sociedade gaúcha

30/01/2015

Nota à sociedade gaúcha

 

Em minha trajetória pública, seja como professora, secretária municipal e vice-prefeita de Caxias do Sul ou como deputada estadual em duas legislaturas, procurei sempre agir sob o manto da ética, do diálogo e do respeito às instituições. Por isso, peço desculpas à sociedade gaúcha, aos meus eleitores e à Assembleia Legislativa do Estado do rio Grande do Sul em razão dos fatos gerados relativos à Medalha Mérito Farroupilha.

Em nenhum momento, quis que minha atitude fosse vista como um ato de vaidade para enaltecer meus parentes. Armando Formolo recebeu a medalha, subscrita pelo presidente da Assembleia deputado Gilmar Sossella e aprovada pela Mesa Diretora, a meu pedido, por sua trajetória como líder sindical dos trabalhadores rurais, da Frente Agrária Gaúcha e presidente da Cooperativa Vinícola São Victor.

Ao homenagear outras pessoas da minha família, num total de nove Medalhas da 53ª Legislatura, queria fazer um reconhecimento da importância da família como base da sociedade. Foram as famílias que ajudaram a erguer o Rio Grande de todos os gaúchos. Acredito que os valores construídos a partir da família contribuem para formar cidadãos.

Não foi meu objetivo ofender as instituições, nem a nossa cultura. No entanto, a iniciativa acabou gerando algo totalmente diferente do meu propósito original, uma vez que a intenção simbólica não foi compreendida.

Procurei em minha trajetória ser justa, fazer o bom combate e ter fé na democracia e nas pessoas. Desejo que possa ser julgada pela minha história, trajetória e contribuição nestes quase 50 anos de vida pública.

 

Marisa Formolo, Deputada Estadual 

Caxias do Sul, janeiro de 2015